Gênero/Ritmo básico: Toada
Letra e música: Mario Tressoldi e Chico Saga (Tramandaí – RS)

O tropeiro trouxe a viola
Pra tocar no sul do Brasil
E matar a saudade da sua morada,
Foi assim que Rio Grande ao sertão se uniu.

Do pó da estrada… ao radio de pilha…
Que tocava moda, toada e canção,
A viola caipira por onde passava,
Trazia alegria pra quem lhe escutava
E assim encantava qualquer coração.

A viola veio pra esta terra 
E o seu coração se encantou,
Animou tantos bailes e festas do povo,
Foi lamento de um moço que se enamorou.

Andou na estrada com a fé do Divino,
Tocando catira pro povo dançar,
No Terno de Reis visitou tanta casa,
A magia cabocla então ganhou asas
E no nosso sertão conquistou seu lugar!!!

A viola também é do sul,
Na cultura migrante ancestral,
O gaúcho é rincão e sertão,
Nos recantos do meu litoral…

Por aqui plantou a semente,
Fez o nosso povo cantar
Tantas modas bonitas de amor pela terra,
Espalhou alegria por todo lugar.

Um som brasileiro que encurta distâncias
Paixão sertaneja que canta e sorri,
Foi o sol da manhã que acordou passarinho,
O Rio Grande até hoje não canta sozinho,
Depois que a viola chegou por aqui.

Viola e voz – Mário Tressoldi
Violão e voz – Chico Saga
Percussão e voz – Flávio Jr.
Percussão – Rodrigo Reis
Baixo – Cristiano Ramos
Intérprete: Grupo Chão de Areia

 

VIOLAS DO SUL DO BRASIL
Classificado como: