Candombe/Galopa

Letra: Humberto Gabi Zanatta
Música: Antônio Gringo
Intérprete: AntônioGringo e Os 4 Ventos

Custei…
Mas compreendi
Que o mundo vai além,
Além do aramado destes campos,
Muito além deste horizonte manso
E é bem mais amplo…

Custei…
Mas compreendi
Que o mundo roda,
Roda mais que a cuia do chimarrão
Na roda de fogo do galpão…

Custei…
Mas compreendi
Que a casa grande e rica
Foi feita com muitos ranchos,
Ranchos pobres de peão,
Muitas vezes,
Sem rancho e pão…

Custei…
Mas compreendi
Que se o boi vale muito,
Muito, muito, muito mais
Vale o peão que cuidou
Do boi que vale muito…

Custei…
Mas compreendi
Porque peão só é rima
E arrimo de patrão…
Se de peão
Se faz pão,
De pão
Também se faz peão,
Fermento de transformação…

A mão do peão
Amassando a massa
De um novo pão
Em Fermentação
Em Transformação
 
Em Revolução…

Luís Carlos Ranoff: violão e vocal
Aldoir Miguel Ranoff: baixo e vocal
Sérgio Rosa: acordeon
Marcelo Schmidt: bateria/percussão
Participação especial:
Francisco Scherer: violão solo