VINTE E DOIS ANOS

Vinte dois anos. Vinte e dois anos é muito pouco.   Uma bala, sem dó, fez o cara virar pó. Aliás, ele gostava do pó e voltou ao pó. Numa pedra escreveram seu nome. Para sempre… nunca mais. Terra, terra, cinza e pó.   Vinte e dois anos é muito tempo....

SANTOS SOMOS NÓS

Santo sou eu que ando por aí por quase nada. Santo és tu que abraça sempre a parada e trocamos figuras que pensamos serem bonitas demais. Santos somos nós que sempre caminhamos lado a lado. Nos lambuzando no açúcar de nossos sonhos, nos embriagando de aguardente azul,...

MILONGA MOURA

Um passado otomano, neste sul-americano… Português e castelhano! Nessas tendas da fronteira, telas de seda vermelha… E chibeiros mascateando!   A bombacha de riscado! Fundo negro salpicado Cor do pêlo desses potros! Um cordeiro bem carneado, o vinho...

JOÃO CÂNDIDO, ALMIRANTE NEGRO

O sangue jorrava das peles escuras Tingindo de rubro o convés das fragatas E o sal do suor queimava a amargura Das chagas abertas por fome e chibata   E o João que lutava pela liberdade Foi João, foi Miguel, foi Silva, foi tantos… Guerreiros da raça, sem...

FAZ DESTE SAMBA UM AMIGO

  Rasga o céu da madrugada Estrela cadente, Vem pra noite abençoada Com seu jeito transparente, Vem trazer o teu recado Teu carisma, teu gingado. Faz deste samba um amigo!   Meu refúgio, meu abrigo, Enluarado, Sou feliz com teu sorriso, Enfeitiçado. É o...