(Paulo Deniz Júnior eJaime Vaz Brasil)
Intérprete:Felipe Elizalde
Ritmo: Milonga

Quantas claves dormem 
sobre o frio dei ombre?

Quantas manos cingem
colos de guitarras?

Quantas vozes podem 
derramar su canto
en silêncio
a rondar mi soledad?

Quanto a sombra dorme
um outro sol inventa.

O planeta gira
e el corzón se inqueta
beija a cor dei viento
que traduz e acende
a janela
de mi cuerpo en soledad.

Ah, meu coração 
mora tan lejos de mi…

Onde foi parar, não sei. 
Vem milonga, vem dizer.

Ah, coração
não me deixe assim
– Aquiles –
dançando flamenco
bem devagar
em tablados de vidro.

Baixo, Voz e Arranjo: Paulo Deniz Jr.
Violão Aço: Veco Marques
Bateria: Sadi Honrich
Harmonio: Roger Scarton