(Jean Garfunkel/Ivanhoé Ferreira)
Intérprete: Jean Garfunkel

Quero-quero eu não quero este destino
jamais me aquerenciei
a um bem-querer
sempre andei gauderiando pelos pagos
nunca o laço de um agago
foi capaz de me prender
índio velho, andarilho e sem bridão
potro chucro, desgarrado e redomão
campeando no horizonte a liberdade
sem apego sem saudade
sem querência e sem patrão
até o dia que esta prenda aprisionou
meu coração no cativeiro
Quero-quero hoje eu só quero o teu destino
teatino nas estâncias de amplidão
anjo livre pajador das nuvens brancas
lá no alto onde tu cantas
ninguém sofre aflição
se eu pudesse ter de novo o que passou
se eu soubesse compreender que o amor voou
ela veio como o sol sobre as coxilhas
com seu beijos de armadilha
com seus olhos de tição
e foi-se embora pelas trilhas
e atiçou meu coração neste braseiro
Quero-quero hoje eu só quero o teu destino.

Teclados: Roberto Lazzini
Baixo: Sizão Machado
Flauta em sol: Prata
Violão e Voz: Jean Garfunkel
Arranjo: Sizão e Lazzini

 

QUERO-QUERO
Classificado como: