Letra e Música: Alejandro Massiotti
Intérprete: Alejandro Massiotti

O ninguém ladrão e o ninguém guardião
faziam seu show
no picadeiro da Praça XV
mesclando o suor e a raiva e a dor
e a fome de amor
no picadeiro da Praça XV
— Tem que matar, tem que ensinar a não roubar
clamava — revoltado — um assistente
era um ninguém como o ladrão
igual ao guardião
que faziam seu show

no picadeiro da Praça XV,
tem um gordo com charuto
contabilizando a vida
um aprendiz de pivete
e uma loura de aluguel.

Sonham os ninguéns
no picadeiro da Praça XV
um dia ser alguém
no picadeiro da Praça XV
e morrem também
no picadeiro da Praça XV
por serem ninguéns
no picadeiro da Praça XV.

PICADEIRO DA PRAÇA XV
Classificado como: