(Dado Jaegger/ Mauro Marques)
Intérprete: Ivo Fraga

Lagoa salgou em fevereiro!
(Ah, como é bom navegar!)
Chegou camarão pro ano inteiro!
(Pesca, que não vai faltar!)
Na ponta do leme o canoeiro!
(Ah, como é bom navegar!)
Se vai pescador … bote ligeiro!
(Pesca, que não vai faltar!)

O céu, um biguá, um rasante bonito,
Um grito na praia, gaivota surgiu,
Sorriu a guria, suas curvas na areia,
Gemeu o coqueiro que o vento sentiu…

E o branco do brilho da crina das ondas
Rebrilha no fundo dos olhos de quem
Se encanta com o canto que vem num alento
Que o vento lhe trouxe nos lábios de alguém.
Velas, velhas, velhas
Cortam as ondas do ar…
Velas, velas, velas,
Como se fossem voar.

As águas salgadas retornam serenas,
Carregam segredos pra o fundo do mar.
Acendem desejos, as pernas da china,
A saia à cintura, seu jeito de andar.

Ees verdes palmeiras, cabelos tão soltos,
Acolherm dois loucos, brincando de amar.
São erolas negras, os olhos da prenda
Que chega mais junto e me fazer navegar

Teclado: Vitor Peixoto
Baixo: Everton Pires
Sax Alto: Marcelo Ribeiro
Teclado: Dado Jaeger
Percussão: Fernando do Ó
Arranjo: Dado Jaeger

PÉROLAS
Classificado como: