Chamamé

Letra: João Rosalvo Silveira e Elton saldanha
Música: Paulo deniz Jr. e Elton Saldanha
Intérprete: Neto Fagundes

Não, não são meus olhos que te fazem linda,
Nem meu querer te quer como uma flor,
é que exalas da flor o mesmo aroma,
E espalhas no caminho, pétalas de amor.

Se houver adeus na voz do teu silêncio,
se nada houver além do teu olhar,
então verei murchar a flor que trago em mim,
e canteiros de vazios irão brotar em teu lugar.

Vem, vem e faz
Viver sem não
Querer sem se
Amar sem mas

Mas, se houver amor no fundo dos teus olhos,
onde se esconde a luz de meu universo,
canto o teu amor, rasga o teu silêncio,
E cala a dor que corre pelas veias de meus versos.

PELAS VEIAS DE MEUS VERSOS
Classificado como: