Letra e Música: Cao Guimarães
Intérprete: Loma

Eu devo ter parentes na África,
na Itália, na Sibéria,
na China Comunista,
na Síria, na Bolívia, nos Sertões,
eu devo ter parentes em Manágua,
na Coréia, no Alegrete,
nas Malvinas Argentinas,
nas minas, no planalto, nas prisões.

Por isso a minha música é nostálgica,
ibérica, britânica, germânica, folclórica,
exótica, eclética, sem padrões.

Eu devo ter parentes neuróticos,
católicos, filósofos,
ladrões, analfabetos,
payadores, senadores e garis,
eu devo ter parentes indígenas,
cafuzos, mamelucos,
caucasianos, missioneiros,
orelhanos, marcianos, travestis.

Por isso a minha música é lunática,
é afro-gaúcha, latino-tropical,
amor universal,
pra toda família cantar por aí.

PARENTES NA ÁFRICA
Classificado como: