Letra: Chico Saga e Mário Tresoldi
Música: Chico Saga e Mário Tresoldi
Interpretação: Loma

Um dia o Ser de Luz fez um samba
Contando da solidão do universo
Mas antes da ultima frase sair
Lembrou que não tinha ninguém pra lhe ouvir
Sentiu uma imensa vontade de ver
Alguém que quisesse aprender a sambar
Então fez a terra, o céu e a vida,
Pra sua plateia feliz habitar
A boca do seu violão era o sol
A chuva um chocalho num ritmo só
Um lindo arco íris de cordas nasceu
E se coloriu com os dedos de Deus
Brilhava no seu barracão celestial (
A lua que parecia um pandeiro
O som do trovão imitava o tambor
Marcando cadencia num Tom brasileiro
O mundo de agora perdeu o compasso
A grande plateia esqueceu de escutar
O eterno poema que Ele inventou
E só uma semana depois descansou
 
Se o homem de hoje quisesse cantar
E o samba de Deus já soubesse de cor
Não precisaria um poeta fazer
Um samba bonito pra um mundo melhor.

Violão e Voz: Mano Tessoldi e Carlos Catuípe
Cavaquinho e Vocal: Chico Saga
Flauta: Andrea Martins
Surdo e Vocal: Flávio Júnior
Pandeiro: Giovanni Berti

 

O MUNDO NASCEU DE UM SAMBA
Classificado como: