Letra: Vaine Darde
Música: Renato Júnior
Intérprete: Renato Júnior
Capão da Canoa RS

No tempo velho das estradas longas,
Do pampa vasto nos confins dispersos,
Vinham carretas a ranger milongas,
Galgando léguas e cantando versos.

A vida antiga transitava mansa,
Solando salmos, desfazendo inércia,
Ainda os homens não somavam pressa,
De menos tempo pra transpor distâncias.

Só resta um rastro pra rastear a história
No mundo novo que não tem memória,
E fecha os olhos para o que se foi…

O mundo agora não tem horizontes,
Porém se vive muito mais distante
Do que no tempo em que se usava os bois…

Violão e vocal: Cássio Ricardo
Acordeon e vocal: Juliano gonçalves
Teclado e vocal: Nilton Júnior

 

NO TEMPO VELHO DAS ESTRADAS LONGAS
Classificado como: