A 32ª Moenda da Canção e 8ª Moenda Instrumental acontecerá entre os dias 10 e 12 de agosto, em Santo Antônio da Patrulha. O evento tem entrada gratuita e ocorre no Ginásio Municipal Caetano Tedesco (R. Bolívia, s/nº).

Em 2018, o festival recebeu 741 inscrições, das quais 646 foram músicas com letra e 95 foram instrumentais. Na triagem, que ocorreu entre 29 de junho e 01 de julho, foram selecionadas as 20 que disputarão os troféus Cantador (Moenda da Canção) e Geraldo Flach (Moenda Instrumental). Destas, sete são de fora do Estado, contemplando compositores do Distrito Federal, de Minas Gerais, Santa Catarina e São Paulo, além da Argentina.

A ordem de apresentação das músicas já foi definida: serão apresentadas 10 na sexta e 10 no sábado, começando com as instrumentais. No domingo, voltam ao palco as finalistas, escolhidas pelo júri que é formado por Adriana Deffenti, Anomar Danúbio Vieira, Diogo Barcelos, Flávio Junior e Zé Caradípia.

A programação também contempla shows nos três dias de festival. Na sexta, dia 10, o público poderá conferir o show “O Dom, a Voz, a Emoção”, de Márcia Freitas e banda. Já no sábado será a vez de Ita Cunha apresentar “Do Interior”. E antes de revelar as vencedoras da 32ª Moenda da Canção e 8ª Moenda Instrumental, o domingo contará com um tributo a Teixeirinha, com Teixeirinha Filho, Teixeirinha Neto e convidados.

A 32ª Moenda da Canção e a 8ª Moenda Instrumental têm patrocínio de Bottero Calçados, DeMello Incorporações, DaColônia Alimentos Naturais e Corsan. O evento conta com apoio da Prefeitura Municipal de Santo Antônio da Patrulha e financiamento Pró-Cultura RS – Lei de Incentivo à Cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul – Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer.

 

Ordem das músicas concorrentes:

 

Sexta-feira – 10/08/2018

Instrumental:

1) “Pampeano” – Tango – Matheus Alves (Porto Alegre/RS)

2) “Pampiano” – Milonga – Cristian Sperandir (Osório/RS)

 

Canção:

3) “Mordaças” – Canção – Vaine Darde e Adriano Sperandir (Capão da Canoa e Osório/RS)

4) “A Lenda da Lagoa” – Canção – Paulo Ricardo Costa (Porto Alegre/RS)

5) “A Mais bela arte” – Canção – Leo Jaime da Silva e Tuny Brum (Pelotas e Santa Maria/RS)

6) “Caiçara” – Samba – Vaine Darde e Loreno Santos (Capão da Canoa e Osório/RS)

7) “Abandonada” – Toada – Paola Kirst e Neuro Júnior (Rio Grande e Porto Alegre/RS)

8) “A Vida Num Fim de Tarde” – Canção – Túlio Souza e Tuny Brum (Uruguaiana e Santa Maria/RS)

9) “Canto de Abayomi” – Ijexá – Paulo Fleck e Andrigo Xavier (Porto Alegre e Pelotas/RS)

10) “Pescadô” – Samba Praieiro – Marcelo Bravo, Paulo Cezar oliveira e Kako Xavier (Tramandaí e Pelotas/RS)

 

Sábado – 11/08/2018:

Instrumental:

1) “Lançando a Isca” – Choro – Elias Barboza (Porto Alegre/RS)

2) “Doce no Formigueiro” – Polca – Elias Barboza (Porto Alegre/RS)

 

Canção:

3) “A Ciranda e o Mar” – Ciranda – Iara Germer e Natalia Livramento (Florianópolis/SC)

4) “Brasil dos Invisíveis” – Baião – Martim Cesar Gonçalves e Zebeto Corrêa (Jaguarão/RS e Belo Horizonte/MG)

5) “Reza Rezadeira” – Canção – Edinaldo Reis de Souza (Gonzaga Blantez) e Eduardo Santhana (Manaus/AM e Santana de Parnaíba/SP)

6) “Transbordar” – MPB – Vê Domingos e Bruno Kohl (Itajaí e Porto Belo/SC)

7) “Pra Saber de Ti” – Canção – Mauricio Barcellos (Brasília/DF)

8) “Adeus Ciclano” – Milonga – Evair Suarez Gomez, Gujo Teixeira e Juliano Gomes (Santana do Livramento e Lavras do Sul/RS)

9) “Alma Sachera” – Chacarera Doble – Jorge Duarte Webber e Miguel Dario Diaz (Porto Alegre/RS e La Plata/Buenos Aires – Argentina)

10) “Uai Faz, Wifi!” – Xote – Zebeto Corrêa e Tavinho Limma (Belo Horizonte/MG e Ilha Solteira/SP)