Um dos maiores festivais de música do Rio Grande do Sul, a Moenda da Canção realiza sua 34ª edição entre os dias 08 e 10 de outubro, juntamente com a 10ª Moenda Instrumental. Em decorrência da pandemia da Covid-19, o evento será realizado sem público presencial, apenas com transmissão ao vivo pelo YouTube e pelo Facebook.

Em 2020, o desafio de realizar um evento cultural está sendo ainda maior. Com as diversas incertezas relacionadas à pandemia do novo coronavírus, a MOENDA – Associação de Cultura e Arte Nativa, precisou encontrar um novo formato para dar continuidade ao festival Moenda da Canção, realizado ininterruptamente desde 1987, em Santo Antônio da Patrulha. Optou-se por adiar para outubro a realização do mesmo, que acontece anualmente em agosto. A segunda e mais importante decisão foi realizá-lo em um formato híbrido, buscando manter a emoção das apresentações ao vivo: presencial para os músicos e jurados, mas sem público no local das apresentações.

Superando a expectativa dos organizadores para este ano, o festival recebeu 493 inscrições, das quais 414 foram canções e 79 foram músicas instrumentais. Na triagem, que ocorreu de forma on-line nos dias 28, 29 e 30 de agosto, foram selecionadas pela comissão avaliadora formada por Clarissa Ferreira, Marcelo D’ávila, Marcelo Delacroix, Mathias Pinto e Odilon Ramos as 20 que disputarão os troféus Cantador (Moenda da Canção) e Geraldo Flach (Moenda Instrumental). 

A ordem de apresentação das músicas já foi definida: serão apresentadas 10 na quinta-feira e 10 na sexta, começando com as concorrentes instrumentais. No sábado, voltam ao palco as 12 finalistas, escolhidas pela mesma comissão avaliadora. A programação também contempla o show “Santo Antônio canta seus 260 anos” que acontecerá em três partes, uma em cada noite do festival.  Este show, que será realizado por artistas locais, está sendo produzido especialmente para a Moenda. Trata-se de uma homenagem à Santo Antônio da Patrulha pelos 260 anos da inauguração da sua primeira capela curada.

A 34ª Moenda da Canção e a 10ª Moenda Instrumental, realizadas pela MOENDA – Associação de Cultura e Arte Nativa, têm patrocínio de DaColônia Alimentos Naturais, DeMello Alimentos e Companhia Riograndense de Saneamento – CORSAN, Governo do Estado do Rio Grande do Sul – Novas Façanhas e financiamento do Pró-Cultura RS – Lei de Incentivo à Cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul – Secretaria de Cultura.

Ordem das músicas concorrentes:

Quinta-feira, dia 08:

Instrumental

1 ) Moto Perpétuo Gaudério – Polca Paraguaia
Música: Luis Carlos Borges (Porto Alegre/RS)

2 ) Reencontro – Valsa
Música: Diogo Barcelos (Santo Antônio da Patrulha/RS)

Canção

3 )  A Sabiá – MPB

Letra e música: Gutcha Ramil (Porto Alegre/RS) e Adiel Arnaldo Luna dos Santos (Carpina/PE) 
Intérpretes: Gutcha Ramil e Andressa Ferreira

4 ) Acalanto Pra Ninar Gente Grande – Canção

Letra: Sérgio Rojas (Porto Alegre/RS)
Música: Diogo Barcelos (Santo Antônio da Patrulha/RS)
Intérprete: Sérgio Rojas

5 ) Absurdo – MPB

Letra: Caio Martinez (Porto Alegre/RS)
Música: Cristian Sperandir (Osório/RS)
Intérprete: Juliano Barreto

6 ) Milonga Divergente (De Ver Gente) – Milonga

Letra: Thiago Suman e Guilherme Suman (Porto Alegre/RS)
Música: Nandico Saldanha (Uruguaiana/RS)
Intérprete: Vinícius Brum

7 ) Passagem – Canção

Letra: Carlos Medeiros, Paola Kirst e Pedro Borghetti (Praia do Cassino, Rio Grande e Porto Alegre/RS)
Música: Neuro Júnior (Porto Alegre/RS)
Intérpretes: Paola Kirst, Pedro Borghetti, Tamiris Duarte e Neuro Júnior

8 ) Florescendo – Milonga Marcha

Letra e música – Lucas Ferrera (Rio de Janeiro/RJ)
Intérprete: Ciro

9 ) Amor Além da Conta – Canção

Letra e música: Sandro Souza (Novo Hamburgo/RS)
Intérprete: Sandro Souza

10 ) A Estátua – Aire de Zamba

Letra: Cezar Gomez (Cruz Alta/RS)
Música: Matheus Alves (Porto Alegre/RS)
Intérprete: Ângelo Franco

Sexta-feira, dia 09:

Instrumental

1 )  Resiliência – Tango
Música: Ronison Borba (Horizontina/RS)

2 ) Mas Ah, Garoto! – Valsa
Música: Fernando Graciola (Encantado/RS)

Canção

3 ) Briga de Foice no Escuro – Moda Regional Nordestina

Letra e música: Bilora (Contagem/MG)
Intérprete: Grupo Chão de Areia

4 ) Basta – Chacarera em 7

Letra: Caio Martinez (Porto Alegre/RS)
Música: Cristian Sperandir (Osório/RS)
Intérprete: Adriana Sperandir

5 ) Minha Inspiração – Samba

Letra e música: Gandhi Martinez (São José/SC)
Intérprete: Clóvis Martinez

6 ) Lá Vem a Bandeira – Toada

Letra e música: Ivo Ladislau e Mário Tressoldi (Capão da Canoa e Tramandaí/RS)
Intérprete: Márcia Freitas e Grupo Chão de Areia

7 ) Do Amor – Milonga

Letra: Edilberto Teixeira
Música: André Teixeira (São Gabriel/RS)
Intérpretes: Fernanda Lopes e André Teixeira

8 ) Lonjura – Coco

Letra e música: Gabriel Duarte dos Santos (Guarulhos/SP) e Peter Mesquita (São Sebastião/SP)
Intérprete: Joice Terra

9 ) Sem Véu – Milonga

Letra: Lucas Ramos (Porto Alegre/RS) e Ricardo Martins (Santana do Livramento/RS)
Música: Ricardo Martins (Santana do Livramento/RS)
Intérprete: Ricardo Martins

10 ) Ponteiro do Tempo – Batuque

Letra e música: Bilora (Contagem/MG)
Intérprete: Grupo Chão de Areia