Música de Ricardo Martins e Matheus Alves
Interpretes: Ângelo Franco, Ricardo Martins, Felipe
 Ocana e Ita Cunha

A milonga é nossa arte
Que voa no céu da voz…
Há milonga em toda parte,
Ponteando dentro de nós!
O violão dormente acorda
No dedilhar de suas teias
– E o sangue pulsa nas cordas
 
Pois, corre milonga nas veias
 -

Milonga das coxilhas,
Califórnias
 e Moendas,
Milonga das Vigílias,
De compadre e encomenda.
De Porto Alegre à fronteira,
Buenos Aires a Istambul,
Vai
 a sina milongueira
De Bagé até Cabul!

AH! Milonga!
Milonga das sete faces,
Cada face, uma razão.
Milonga a sete chaves,
Pra guardar no coração.
Ah ! Milonga!
Milonga dos sete mares,
Pra navegar na canção!
Milonga em sete cantares,
Milonga é Oração!

Milonga de Fundamento
Que tem o cheiro da pampa,
Milonga que há muito tempo
Em nossa alma, se acampa!
A Milonga é um santo hino
Do Oriente ao Brasil,
De gaúcho ou Argentino,
Yupanqui
 a Vitor Ramil.
Basta ter dela vivido
Que de Tóquio até Pelotas,
Terá o mesmo sentido
E o mundo embaixo das botas…
Milonga sem passaporte
Que se lança mundo afora,
Milonga que ri da morte,
Quando chega sua hora.

Arranjos: Ricardo Martins
Violão: Ricardo Martins
 
Violão Ângelo Franco
 
Cajon – Ita Cunha
Cajon – Felipe
 Ocana
Flauta Daniel
 Zanotell 
Violino: Clarissa Ferreira
 
Acordeon: Lucas Ferreira
Bateria: Marcelinho
 freitas
Baixo Matheus Alves

 

MILONGA DAS SETE FACES
Classificado como: