Letra E Música: Adílson Moura
Intérprete: Adílson Moura

Fiz um mate mais comprido
porque sei que ela não vem;
foi daqui a um par de dias,
 
deixou a casa vazia
e o meu coração também.

Vou gastando os maus momentos
nesses mates demorados;
sem porque, sem um aviso
foi levando o meu sorriso,
os avios, o meu passado.

E eram tantos mates curtos
cevados nas nossas mãos;
seu adeus amarga a vida,
os versos, o chimarrão.

verdes olhos, verdes mates
de quem foi pra não voltar;
flor gaúcha que colhi,
era tão lindo isso aqui.
como vou viver sem par?

MEUS MATES
Classificado como: