(Carlos Catuípe/ Ivo Ladislau)
Intérprete: Carlos Catuípe

Diz o vento mandadeiro
Praeiro de coração…
Que o mar só tá prá peixe,
Lá pros lado do Albardão.

Velho Pedro deixou a pesca,
O seu corpo ficou a pé,
Saudade, hoje, é ressaca,
Mas a lama vai com a maré.

Lobo do mar sem navegar,
É parceiro da solidão.
Cantarolando, cantarolando, (vai)
As cantigas de então:

“Caranguejo não é pêxe”
“Caranguejo pêxe é”
Caranguejo tá na toca
A espera da maré…

E assim vai repassando,
As litorâneas sabenças,
Na sina de quem navega
Muitos sonhos, muitas crenças.

Um olhar que busca nas águas,
O tempo, que o tempo levou,
Cardumes, lindas ressolhas.
Dum mar que nunca olvidou.

Mastigando dias seguintes,
A vida e a tudo se agarra,
São os botos os seus ouvintes
Quando ele canta lá na barra,

“Caranguejo não é pêxe”
“Caranguejo pêxe é”
Caranguejo tá divárdi,
De “oio” no jereré. 

Baixo: Gilberto Almeida
Violão e Vocal: Catuípe Júnior
Vocal: Melina e Milena Gomes
Violão e Vocal: Carlo Catuípe
Arranjo: Carlos Catuípe

LOBO DO MAR
Classificado como: