Letra e música de Zebeto Corrêa, Belo Horizonte – MG

Na minha noite inesquecível de junho
O frio era mais um motivo pra fazer a festa
E o desafio – chapéu quebrado na testa
Tirar a menina bonita pra dançar quadrilha

Na minha noite inesquecível de junho
A mãe perfumava a casa com pé – de – moleque
Os tios chegavam trazendo o quentão e os enfeites
E o rádio era o ponto de encontro de toda a família

Por que são João foi dormir tão cedo?
Não viu sua filha fugir com Pedro?
Acho que Antônio jamais se recuperou do trauma
Virou santo casamenteiro pra lavar a alma

Na minha noite inesquecível de junho
Irmãos e primos brincavam soltos na rua
 
Os cães faziam serenata pra lua
Estrelas eram bandeiras cobrindo o salão

Na minha noite mais que perfeita de junho
Meu pai era um jeca mais chique que o Mazaropi
Seu violão dava o tom e puxava o mote
Pra gente pular a fogueira e soltar o balão

Por que são João terminou tão cedo
Agora só resta esperar São Pedro
No Santo Antônio que vem eu vou enfeitar lá fora
Com as cores dessa lembrança que me devora

Na minha noite…
Por que são João foi dormir tão cedo?
Não viu sua filha fugir com Pedro?
Acho que Antônio jamais se recuperou do trauma
Virou santo casamenteiro pra lavar a alma

O tempo se foi ainda era cedo
Sumiu Santo Antônio, cadê São Pedro?
Um dia eu volto pra casa pra festejar São João
Quero acender a fogueira do meu coração…

Por que São João foi dormir tão cedo… tão cedo…

Intérprete: Zebeto Corrêa
Violão: Zebeto Corrêa
Percussão: Mimo Ayres
Violão: Sandro

JUNHO DE TODOS OS SANTOS
Classificado como: