Letra de Tadeu Martins, Santo Ângelo – RS e Música de Airton Pimentel, Porto Alegre – RS.

O coração da Belinha
Uma herança de paixão
Volta pro peito e se aninha
Duvido se é coração

Abre um vão de clarabóia 
Já dita no testamento
Do jeito que ela me óia
O diabo vive ali dentro!

Conheço este dote dela
Tem o lado mal atado
Sei como se destramela
 
Por onde entra o pecado

Esta herança eu vou ganhar
Com um nó de labareda
Com lança de cambará
Atado com um fio de seda

É um tambor cheio de bala
Herança do desafogo
 
A paixão que ela exala
É de flor pegando fogo

Herdeira, gema e por isso
É madeira que se empedra
É uma gaiola feitiço
 
Com uma pomba de pedra

Por mais que eu dê, e dê linha
Pra mim não tem mais saída
O coração da Belinha
Uma herança dada em vida

Esta herança eu vou ganhar Com um nó de labareda 
Com lança de cambará
Atado com fio de seda

Viola e vocal: Pedro Guerra
Bateria: Marcelo Pimentel
Baixo e vocal: Costa Lima
Guitarra: Emerson Mota
Interprete: Airton Pimentel

 

HERANÇA DE PAIXÃO
Classificado como: