Letra: Ramiro Amorim 
Música: Alberto Ventura
 
Lages/SC
Intérprete: Alberto Ventura

Aprendendo a lida na volta de um couro 
Me fiz um guasqueiro de faca na mão
 
Lonqueando, estaqueando, curtindo e aparando
 
Desquinei os sonhos do meu coração
É pedra é chaira, é faca lambendo
 
Tento desquinado, parelho e sovado
 
Botão, cabeçada, peiteira e rabicho
 
Saliva e capricho no feitio trançado
Me doutrinei em campo conduzindo tropa
 
Parando rodeio e apojando vaca
 
Garanto a noitada em versos de porfia
 
E a bóia do dia no fio da minha faca
Quanta trança feita por mim viu Maria
 
Relho, maneia, rédea e barbicacho
 
Com ela meu rancho luziu em harmonia
 
No frio noites quentes feitas de abraço
Meus filhos cresceram gostando da lida
 
Pois a própria vida é assim também
 
Sempre aparando tentos desparelhos
 
E aumentando a trança de um querer bem

Violão base: Alberto Ventura Neto
Violão solo: Adilson Palma
Guitarron: Michel Martins
Afiar de facas: Dido

GUASQUEIRO
Classificado como: