Letra de Rômulo Chaves, Palmeira das Missões- RS e Piero Ereno e Música Piero Ereno, Porto Alegre – RS.

Venho de lá onde a pampa mostra um verde-esperança
No brilho de cada olhar;
Sou dessa gente gaúcha, saga de fibra e de luta,
Tanta história pra contar…

Este é o meu sul: terra fértil da canção,
Da poesia, do churrasco e chimarrão,
Da bombacha e do laço, da verdade num abraço,
Dos planaltos e coxilhas, do mapa em coração.

Venho de alma curtida, com olhos cheios de vida
Minha canção revelar…
Ela tem um jeito novo, mas traz a essência de um povo
Que tem um sonho a buscar.

Vejo no céu o futuro a se mostrar
Nas mãos de deus que abençoa este lugar…
De histórias diferentes, mas idéias convergentes,
Num sonhar que nos irmana e dá forças pra cantar

Este é o meu sul – a canção nos reuniu –
Feito nascentes a buscar o mesmo rio…
Boto fé nesta união, com a força da inspiração:
Nossa terra, nosso povo e a cultura do Brasil!

Um sentimento que invade, unindo campo e cidade,
Tomando conta de nós
 
É a emoção que convida, nos versos dessa cantiga,
A levantar nossa voz.

Vos brasileira, sem limites, nem fronteiras,
Verde – amarelo colorindo a pátria inteira,
Quando canta a liberdade ela ecoa em todo o pago
E revela a mesma face nos quatro cantos de estado!

Arranjo: Coletivo
Teclado e vocal: Diogo Matos
Acordeon: Guilherme Goulart
Violão e vocal: Piero Ereno
Violão de doze cordas: Jair Medeiros
Bateria e vocal: Arison Martins
Baixo: Felipe Álvares
Violão aço: Emerson Martins
Interprete: Jean Kirchoff

ESTE É O MEU SUL
Classificado como: