(Lenin Nuñes/ Luiz Coronel)
Intérprete:Vinicius Brun

Quando o Rio Grande era grande
era maior que o mundo
era maior que o mundo
e um pouco menor que o País.

Com as esporas do vento
galopei o mar e a serra.
Perguntei por esse pampa
que se passa com esta terra.

Pra falar bem a verdade
a gente não “tá” feliz.

Ai meu pai, minha mãe, minha casa
ai meus sonhos de rapaz.
Os ponteiros do relógio 
não podem girar para trás.

Quero-quero se assustou
com o toque do celular.
No galpão se ouve novelas
o tempo não sabe parar.

Só de mitos e lembranças
são trinta arroubas e meia.
A carreta da história
não pode andar de tão cheia.

Pra falar bem a verdade…

Violino: Omar Aguirre
Viola: Álvaro Aguirre
Baixo: Ricardo Baumgarten
Violão: Lenin Nuñes
Arranjo: Alejandro Massiotti

ESPORAS DO VENTO
Classificado como: