Pode entrar sem medo, a casa é tua
Pode me dizer o que quiser
Eu sou de lei, sou da rua
E só canto o que me bem fizer


Tenho os olhos cheios de esperança
E um sorriso pronto pra se dar, se der
Uma alegria que dança
Da cidade baixa até o sol raiar


Sonho com amor e liberdade
Gente boa, de boa vontade
Não perde nada por esperar
Canto com rigor e malandragem
Quero ver quem tem coragem
Quem é do bem pode vir que tem


Esse canto é de fé
Esse fogo é de chão
Tá na mão, moço,
Tá no pé, no coração

CANTO DE FÉ
Classificado como: