Letra: Caval, Diná Nascimento, Beto Santos
Música: Caval, Diná Nascimento, Beto Santos
Intérprete: Beto Santos
POA/ SP

Donde “cê” vai menino. 
Eu vou atrás
 
Aqui nessa “banca”
 
Eu chego de”surprise”!
 
Com os anseios do destino
 
Com esse passo de menino
 
E vou ah! ah! ah!…
 
Eu não me canso nunca

E vou passar por cima de quem for 
Querer calar o cantador
 
Em noites magistrais de amor
 
fios que levam no coração,
 
E juntar aos que pensam
 
Aos que dizem,
 
Aos que movem…

Nesse país.
Quem vive da ignorância
 
Tem um lucro que é certo, pode só arreparar.
A gente bebe tanta água de batata
 
Pensado que é remédio
 
Querem só nos enganar

Tentei jurar
Um bocadinho de letrinhas
 
E fazer uma cantiga, pra poder te alegrar
 
Prezado amigo, eu já tô de saco cheio
 
Mas ninguém quer falar nada
 
Não sou eu quem vai falar…

Me arrumaram
até um caso interativo
E pra poder fazer amor, eu devo me conectar
Se não for com meu amor
Ah! Eu não vou…
 
Se não for com meu amor
 
Ah!. Eu não vou…

Violão aço e vocal: Wolf
Guitarra: Douglas
Percussão: Giovanni Berti

 

ANTI-DOTÔ
Classificado como: