Letra: Vaine Darde
Música: Lênin Nuñes
Intérprete: Beto Randazzo
Ritmo: Milonga
Cidade: Capão da Canoa c Santo Antônio da Patrulha – RS

A Pampa por ser imensa 
Não cabe em seu universo
 
Vai muito além da querência
 
Mas vive dentro de um verso.
A Pampa não tem fronteiras
 
Nem dimensão de distâncias
 
E vai além das porteiras
 
Do domínio das estâncias.
A Pampa é universal
 
Pois em qualquer continente
 
É um território rural
 
Vivendo dentro da gente.
É o sonho florindo solo
 
Por onde o homem se encoste
 
A Pampa cabe nos olhos
 
E vai além do horizonte.
Por isso o campo se estampa
 
Exilado na cidade
 
Há sempre um pouco de pampa
 
Nos confins dos arrabaldes.
Por mais que os homens se somem
 
Onde a esperança se acampa
 
A Pampa vive nos homens
 
Mais de que os homens na Pampa.

Violino: Sandro souza e Marcelo Vier
Viola: Hinen Wents
Violão: Marcelo Caminha
Cello: André Wents

A PAMPA VIVE NOS HOMENS
Classificado como: